CENTRAL DE NOTÍCIAS


08/10/2018

UNICEP realizará mais uma campanha de sangue em prol do Hemonúcleo de Jaú



Nesta quarta-feira (10/10), a UNICEP realizará mais uma campanha de doação de sangue para abastecer o estoque do Hemonúcleo Regional Jaú, das 18h às 21h30, no Bloco A4 – sala 4. Estudantes, docentes, colaboradores e público em geral, todos poderão doar.

O Hemonúcleo atende aproximadamente, 350 mil habitantes, distribuídos em nove municípios e 11 hospitais, entre eles o Hospital Amaral Carvalho.

A doação é rápida. O voluntário passará por um teste de hematócrito (exame feito através de um furo na ponta do dedo), depois irá para o cadastro, onde deverá apresentar um documento oficial com foto, em seguida irá para a triagem (uma entrevista sigilosa) e então seguirá para coleta.

Para doar é preciso:

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Ter entre 16 e 69 anos (menores, a partir dos 16 anos, poderão doar desde que estiverem acompanhados de um dos pais ou responsável legal, maiores de 65 anos, só poderão doar, se já doaram antes dos 60 anos);
  • Pesar mais de 50 kg;
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos seis horas, nas últimas 24 horas);
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa duas horas antes da doação);
  • Portar documento oficial com foto (obrigatório);


O doador não pode:

  • Estar utilizando determinados medicamentos (informe-se com a equipe do Hemonúcleo, quais remédios impedem a doação);
  • Ter tido hepatite após os 10 anos de idade;
  • Ter tido evidência clínica ou laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue, como Hepatites B e C, AIDS (Vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
  • Ter feito tatuagem ou colocado piercing nos últimos 12 meses;
  • Estar resfriado ou com gripe (aguardar sete dias, depois do desaparecimento dos sintomas);
  • Estar grávida ou amamentando;
  • Ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Ter usado drogas ilícitas, injetáveis;
  • Ter realizado parto normal (esperar 90 dias, após o parto) ou cesariana (esperar 180 dias, após o parto);
  • Ter sido exposto a situações de maior risco para contração de doenças sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses);
  • Ter viajado para os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins - locais com alto índice de malária (aguardar 12 meses).


Espalhe esperança! Doe sangue! Compartilhe vida!
Seja um universitário salva - vidas!






Newsletter UNICEP
Deixe seu email e receba nossas novidades »